Conheça os 5 tipos de seguros mais contratados

O exponencial crescimento do mercado de Seguros no Brasil é consequência da conscientização do brasileiro que, cada vez mais cedo, tem se preocupado em preservar o próprio patrimônio, construído – muitas vezes – com tanta dificuldade.

Por mais que o desejo seja o de não precisar utilizá-lo, o seguro é uma precaução contra os infortúnios do dia a dia a que estamos sujeitos. A ocorrência de um sinistro sempre acarreta algum tipo de dano, perda material ou abalo na estabilidade familiar. Estar amparado por um contrato de seguro permite uma recuperação mais tranquila.

Hoje, com tantas opções e coberturas disponíveis, pode, surgir dúvidas sobre qual o seguro ideal para cada caso. Por isso, neste post falaremos quais são as modalidades mais contratadas atualmente — assim, quando for a sua vez de escolher, você já estará por dentro e pronto para tomar a melhor decisão.

1. Seguro de Vida

Os seguros de vida se enquadram na modalidade de seguro de pessoas e podem ser contratados de forma individual ou coletiva. Os tipos mais comuns de seguro de pessoas são:

  • vida;
  • funeral;
  • acidentes pessoais;
  • educacional;

O seguro de vida, em especial, garante à família do ente segurado um conforto financeiro para momentos de perda. A renda indenizatória do seguro pode ser resgatada em parcela única ou por meio de renda vitalícia mensal.

Nos casos de seguros de vida com proteção adicional contra acidentes pessoais, por exemplo, existe a possibilidade de o segurado contar com o valor da apólice ainda em vida. Já os planos simples abrangem somente morte natural ou acidental.

2. Seguro Auto

Entre os tipos de seguros, a abrangência da cobertura desse modelo se estende aos casos de roubo, colisão e incêndio, além de cobrir também prejuízos de terceiros.

Esses são os tipos de coberturas de seguro de automóvel:

  • cobertura compreensiva: contra roubo, colisão e incêndio do veículo;
  • cobertura de responsabilidade civil: contra danos materiais e físicos de terceiros;
  • coberturas opcionais: que incluem prêmio adicional, carro reserva, equipamentos etc.

Os prejuízos econômicos que decorrem de incidentes envolvendo veículos costumam ser grandes, por isso, tanto veículos quitados quanto financiados devem contar com um seguro que atenda, pelo menos, as necessidades básicas, como proteção contra roubo, colisão, incêndio, prejuízos causados por alagamentos, raios, granizos etc.

3. Seguro Residencial

Os seguros residenciais comuns visam essencialmente o ressarcimento de danos materiais em ambientes de moradia, como casas e apartamentos. Eles abrangem paredes, móveis, utensílios domésticos, aparelhos eletrônicos contra efeitos de raios, incêndios, explosões, roubos etc.

Assim como todo plano de seguros, os residenciais também têm garantias adicionais, por exemplo:

  • proteção financeira contra roubo ou furto qualificado de conteúdo residencial;
  • prejuízos gerados por fenômenos da natureza;
  • panes elétricas e eletrônicas;
  • responsabilidades civis;
  • desmoronamentos.

Quanto maior a exposição a riscos em uma residência, maior deve ser a precaução. Ambientes residenciais costumam abrigar elementos de valor elevado, portanto, protegê-los se mostra uma atitude estratégica e que garante maior conforto financeiro em caso de eventualidades.

4. Seguro Viagem

Esse tipo de seguro garante vantagens para quem viaja sozinho, em grupo, em família ou a trabalho. Além de eventuais extravios de bagagens, cancelamentos e interrupção de viagem, ele também pode cobrir:

  • morte ou invalidez na viagem;
  • acidentes pessoais;
  • assistência odontológica emergencial;
  • orientação no caso de perda de documentos;
  • passagens para um familiar em casos de urgência.

Os preços da contratação variam conforme a abrangência da cobertura. Do mesmo modo, a quantidade de dias em viagem, o propósito do evento e a idade do segurado também são informações-chave que influenciam na cotação.

Vale destacar, ainda, que esse tipo de seguro é indispensável em trajetos internacionais. Para alguns destinos europeus, ele chega a ser obrigatório.

5. Seguro de Eletroportáteis

A cobertura básica desse tipo de seguro prevê o ressarcimento do aparelho em casos de furto qualificado (quando há arrombamento ou ameaça) ou roubo. No entanto, podem ser incluídas novas coberturas, como proteção contra danos acidentais e contra panes elétricas.

O acionamento do seguro pode implicar a reposição de peças, a substituição do produto ou o pagamento de indenizações. Nesse sentido, podem ser protegidos aparelhos eletrônicos do tipo:

  • celulares;
  • smartphones;
  • câmeras fotográficas;
  • filmadoras;
  • computadores;
  • notebooks;
  • tablets
  • TVs.

O segurado que opta por um seguro desse tipo investe entre 15% e 20% do valor de nota fiscal do produto. Quem adere à cobertura total, além de ficar protegido contra roubo e furto qualificado, também se protege contra quebras acidentais e queda de líquidos.

Cada seguro é único

É importante salientar que cada um tem suas regras e condições específicas. Por isso, a melhor maneira para encontrar o ideal para você é contando com a ajuda de um corretor de seguros. Este profissional está preparado para esclarecer qualquer dúvida, entender suas necessidades e oferecer as opções com melhor custo-benefício.

Ainda está com alguma dúvida?

Novus Corretora de Seguros pode te ajudar!

Solicite já a sua cotação de seguros essenciais.

Para mais informações como esta, fique atento ao nosso blog!

E nas nossas redes sociais Facebook e Instagram.

Gostou dessa Publicação?

Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhe no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhe no Linkdin
Compartilhar no pinterest
Compartilhe no Pinterest

Deixe um comentário