Sou obrigado a pagar vale transporte para funcionário?

O benefício do vale transporte deverá ser concedido aos funcionários que solicitarem o uso do mesmo.

O empregado que receber o vale transporte deverá repassar ao empregador o seu comprovante de endereço residencial. Tais informações deverão ser atualizadas anualmente ou sempre que ocorrerem alterações.

Caso o funcionário não deseje, ou não tenha a necessidade do vale, deve informar ao empregador.

É proibido ao empregador o pagamento do vale transporte em dinheiro ou qualquer outra forma, sob pena de ser considerado remuneração e entrar para bases de cálculos de impostos como INSS, FGTS,IR e PIS s/ a folha, além de compor médias de férias, décimo terceiro e rescisão. No entanto, no caso de estagiários, o pagamento do vale pode ser feito em dinheiro.

Por lei, o empregador poderá fazer o desconto de até 6% em folha, excluídos quaisquer adicionais ou vantagens, ou total de vales entregues aplicando o que for de menor valor.

O empregador que proporcionar por meios próprios e contratados em veículos adequados ao transporte público, o deslocamento residência trabalho e vice-versa de seus trabalhadores está desobrigado da concessão do vale transporte.

Empresário, informe sempre ao seu contador todos os benefícios disponibilizados aos seus funcionários. Ele poderá orientá-lo de acordo com a legislação e convenção coletiva vigentes, e assim evitar multas e pendências trabalhistas.

Você paga vale transporte para seus funcionários? Conte para nós nos comentários.

Para mais informações como esta, notícias e dicas do mundo empresarial, fique sempre atento ao nosso blog!

E nas nossas redes sociais Facebook e Instagram.

Gostou dessa Publicação?

Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhe no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhe no Linkdin
Compartilhar no pinterest
Compartilhe no Pinterest

Deixe um comentário

Fechar Menu
WhatsApp chat