Os benefícios do Certificado Digital e-CNPJ para sua empresa

Existem diversos benefícios de ter um certificado digital para pessoa jurídica, e é importante saber quando e como usufruir deles. O certificado é obrigatório, por exemplo, para a entrega do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), e é muito comum que empresários tenham dúvidas sobre qual é o tipo ideal para o seu negócio.

 

Certificado digital para pessoa jurídica: o que é o e-CNPJ?

O e-CNPJ funciona como uma versão digital do CNPJ e é emitido por um representante legal da empresa cadastrado na Receita Federal.

Com ele é possível assinar digitalmente diversos tipos de documentos, garantindo a alidade jurídica para realizar o envio de declarações e cumprir as obrigatoriedades corporativas em relação ao fisco, por exemplo.

 

Como o certificado digital e-CNPJ pode ser usado pelas empresas

Mais do que ser apenas uma forma de atender aos pré-requisitos de segurança e autenticidade exigidos pelo Governo (em alguns casos, para acessar serviços essenciais e enviar declarações obrigatórias), o e-CNPJ pode simplificar diversos processos, também otimizando tempo.

Com ele é possível, por exemplo, acessar o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), responsável pelo armazenamento, validação e recepção de documentos fiscais e contábeis de empresas pelo meio digital. Essa utilidade simplifica consideravelmente o processo, porque garante que o processo seja feito totalmente online, eliminando deslocamentos físicos e otimizando o tempo.

 

Utilizando o certificado digital e-CNPJ, a empresa também consegue:

 

  • Assinar documentos e contratos com outras empresas digitalmente, eliminando os custos inerentes ao tempo do processo (coleta de assinatura, cartórios, transporte, tempo dos gestores entre outros)
  • Cadastrar, cancelar e consultar procurações no e-CAC, da Receita Federal;
  • Transmitir declarações para a Receita, como demonstrativos, DACON, DCTF, DIPJ, DIRF e DSPJ;
  • Acessar o chamado Domicílio Eletrônico do Contribuinte (DEC);
  • Usar o canal Conectividade Social ICP em nome da própria empresa ou designar quem possa fazê-lo;
  • Conduzir operações bancárias em meios eletrônicos;
  • Emitir e parcelar o DAS (para as registradas no Simples Nacional), o que, pela praticidade, ajuda a manter a regularidade da empresa quanto às arrecadações.

 

Sua empresa já tem um certificado digital para pessoa jurídica? Clique aqui e faça o seu orçamento, fácil, rápido e prático.

 

Gostou dessa Publicação?

Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhe no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhe no Linkdin
Compartilhar no pinterest
Compartilhe no Pinterest

Deixe um comentário

Fechar Menu
WhatsApp chat